• Pesquisar
  • Categorias

Um seguro pode ser muito útil, pelo que aconselhamos muita ponderação

Apesar de não gostar de pagar pelos seguros, um bom seguro poderá ajudar a acautelar riscos e protege-lo da incerteza

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Vale a pena ter um seguro?

Um seguro pode ser muito útil, pelo que aconselhamos muita ponderação
  • O que é um seguro?
  • O que é o prémio de seguro?
  • Que seguros pode contratar?
Praticamente ninguém gosta dos seguros. Simplesmente não gostamos de pagar por algo cuja probabilidade de acontecer é muito reduzida. E como raramente acontecem os sinistros (depende do ramo, claro), acabamos por pensar que desperdiçámos o nosso dinheiro. Na prática, as pessoas só valorizam um seguro em caso de sinistro...

O que é um seguro?


Ao contratar um seguro, a pessoa (chama-se segurado) passa o risco de determinado acontecimento para uma segunda pessoa (normalmente uma companhia de seguros). Nesta relação, importa olhar para:

  • Probabilidade de ocorrência do acontecimento;
  • Prejuízo inerente a esse acontecimento.

Na posse destes dois elementos, a companhia que assume o risco tem de determinar o valor que está disposto a receber para assumir esse risco (o prémio do seguro). Para baixar este prémio, o segurado tem de procurar:

  • Reduzir a probabilidade de ocorrência do acontecimento;
  • Negociar o prémio, procurando baixar a margem de lucro da seguradora.

Que seguros pode contratar?


Na prática, poderá segurar todo o tipo de acontecimentos. Desde os sinistros de condução (seguro automóvel ou seguro de mota), aos sinistros com a sua habitação (seguro multirriscos, condomínio ou recheio), até aos seguros de vida, seguros de saúde, acidentes de trabalho e afins.

Pode ter todos os seguros que quiser, apesar de ter um valor a suportar pela passagem do risco para a seguradora. Neste contexto, sugerimos que:

  • Avalie quais os riscos que quer cobrir;
  • Determine os valores que quer segurar;
  • Consulte diversas alternativas e negoceie os prémios.

Nunca se esqueça que um seguro existe para o proteger (ou à sua família) por um determinado risco. Existem situações em que pode fazer muito sentido contratar um seguro, como por exemplo:

  • Se for a principal fonte de rendimento da família, pode fazer sentido ter um seguro de vida para garantir a segurança financeira dos seus filhos;
  • Se for de viagem pode ter vantagens em fazer um seguro que cubra despesas de tratamentos hospitalares (normalmente estão contemplados pelo seu cartão de crédito);
  • Se quiser baixar o imposto sucessório poderá contratar um seguro de capitalização e colocar lá o seu património (em caso de morte não pagará imposto!).

Existem diversas alternativas que terá de acautelar. A palavra de ordem é a Informação. Consulte também o nosso simulador!

Leia também

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]