• Pesquisar
  • Categorias

Tsunami tem impacto na economia mundial

Segundo algumas seguradoras esta catátrofe no Japão pode ser a mais cara da história, pois provocou danos que chegaram aos 35 mil milhões de dólares, ou seja, 24.900 milhões de euros. Veja o impacto do sismo na economia mundial.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Tsunami no Japão: Arrasa as seguradoras

Tsunami tem impacto na economia mundial

De acordo com dados avançados pela AIR Worldwide, firma especializada na avaliação de riscos, este sismo no Japão pode custar 34,6 mil milhões de dólares ou cerca de 24,9 mil milhões de euros.

Note-se que estes cálculos não tomam em consideração todos os prejuízos causados pelo tsunami, mas antes danos a propriedades privadas cobertas pelas seguradoras. Assim mesmo, este valor pode não ser definitivo pois muitos dados ainda não foram disponibilizados pelo que estas estimativas podem não ficar só por aqui.

Além desta consequência devastadora no país envolvido, é incrível como este acontecimento afecta toda uma economia mundial. Este sismo de magnitude 8,8 na escala de Richter está a fazer com que as cotações das seguradoras baixem, o que faz com que os principais mercados accionistas do outro lado do Atlântico abram em baixa.

Esta tragédia no Japão castiga muito as seguradoras, inclusivé bancos que estejam mais envolvidos no sector dos seguros.

Mas nem só as companhias de seguros ficam sujeitas a consequências drásticas decorrentes desta catástrofe. É preciso ver que o Japão é um país exportador, aliás, é a terceira potência mundial, pelo que todas as áreas da economia saem afectadas. Falamos, por exemplo, dos transportes, do turismo, do sector automóvel e do sector da electrónica.

De forma a evitar a especulação dos mercados financeiros, as autoridades decidiram intervir no sistema financeiro e assim injectar capital na banca, decisão esta que foi tomada de comum acordo entre o banco Central do Japão e o Governo.

São grandes as quantidades de capital envolvidas, variando entre 2 a 3 biliões de ienes ou 18 a 26 mil milhões de euros.

Ainda há muito trabalho a fazer e nem todos os estragos foram avaliados, até porque as operações de socorro continuam em curso.

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]