• Pesquisar
  • Categorias

Desemprego jovem e os incentivos

O desemprego jovem é hoje um dos flagelos da nossa sociedade. No entanto, o Governo tem criado algumas medidas que servem de incentivo ao emprego das camadas jovens.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Desemprego jovem gera oportunidades

Desemprego jovem e os incentivos
  • São cada vez mais os incentivos para os jovens desempregados.

Já conhece o Impulso Jovem? Um conjunto de medidas que visam combater o desemprego jovem e criar condições para que as empresas possam receber jovens especializados e formar uma equipa jovem e dinâmica.

Se faz parte das estatísticas do desemprego jovem, o Impulso Jovem pode ser o incentivo que tanto procurou já que agora pode fazer a sua candidatura apresentando uma das formas de apoio à contratação existentes, apostando numa postura esclarecida e persistente.

O Meu Portal Financeiro dá-lhe a conhecer algumas das medidas de combate ao desemprego jovem e apresenta-lhe algumas soluções para fugir a este flagelo.

Estágios Emprego
Esta medida prevê estágios remunerados de 12 meses e pretende combater o desemprego jovem, sendo direcionado a jovens entre os 18 e os 30 anos de idade, inscritos nos centros de emprego.

A medida prevê a atribuição de uma bolsa mensal de estágio, subsidio de alimentação, seguro de acidentes de trabalho e despesas de transporte, em caso de estagiários com deficiência e incapacidade.

Apoios à contratação
Mais uma medida de combate ao desemprego jovem e que se divide em dois: Reembolso da TSU e Estímulo 2013.

Reembolso da TSU: Reembolso das contribuições obrigatórias para a segurança social pagas pelo empregador. É necessário celebrar um contrato de trabalho, a termo parcial ou completo, com jovens entre os 18 e 30 anos, desempregados e inscritos no IEFP.

Estímulo 2013: A medida prevê um apoio financeiro às entidades empregadoras, desde que celebrem contratos de trabalho a tempo completo ou parcial por prazo igual ou superior a 5 meses.

Empreendedorismo
O Impulso Jovem prevê o apoio ao empreendedorismo, criando 4 apoios para a criação do próprio emprego: Passaporte para o Empreendedorismo, Rede de Percepção e Gestão de Negócios, Coopjovem, Programa Nacional de Microcrédito.

Formação Profissional
A formação profissional é outra ferramenta de combate ao desemprego jovem, promovendo a qualificação dos recursos humanos mais jovens e criando hábitos de estudo e formação essenciais para a melhoria dos processos produtivos portugueses.

 

Leia também:

Negócios rentáveis - como ganhar dinheiro online »

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]