• Pesquisar
  • Categorias

Medidas nunca antes vistas que vão manter os juros historicamente baixos

O Banco Central Europeu decidiu assumir medidas drásticas e nunca vistas para promover a retoma da economia da Zona Euro e contrariar a tendência deflacionista

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

BCE toma medidas drásticas para relançar a economia

Medidas nunca antes vistas que vão manter os juros historicamente baixos
  • Descida da taxa de referência para 0.15%
  • Bancos pagam para emprestar dinheiro ao BCE
  • Novo pacote de financiamento de Longo Prazo
O dia 5 de Junho de 2014 vai ficar marcado na história do Banco Central Europeu (BCE) e da moeda única Europeia. Passados vários anos de grande cautela, o mais recente governador do Banco Central decidiu implementar medidas nunca antes vistas. Damos nota dos principais destaques:

Descida da taxa de referência para 0.15%


A taxa de referência do BCE baixou 0.10 pontos percentuais dos antigos 0.25% para os 0.15%. Na prática, o impacto desta descida é mais de sentimento e indica que o BCE está na disposição de tudo fazer para dar um novo impulso à economia da Zona Euro.

Bancos pagam para emprestar dinheiro ao BCE


Os Bancos que queiram colocar o seu dinheiro nos cofres do BCE irão ter agora de pagar 0.10% ao ano, uma medida nunca antes vistas mas que procura forçar os bancos a colocar o dinheiro em circulação na economia.

Novo pacote de financiamento de Longo Prazo


Uma outra medida consiste na criação de um novo pacote de financiamento à economia de longo prazo, com um valor de 400 mil milhões de Euros (sensivelmente 2.5x do PIB de Portugal). Este financiamento não é dirigido ao setor público ou ao setor financeiro.

Este pacote de medidas é muito interessante para as pequenas e médias empresas portuguesas e também para as famílias portuguesas. Esperamos agora o seu impacto no crescimento da economia e maior otimismo. Pelo menos os juros continuam a sua trajetório descendente.

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]