• Pesquisar
  • Categorias

Crédito habitação: 5 vantagens

Comprar ou não casa com recurso ao crédito habitação é a questão central deste artigo, apresentando-lhe as 5 grandes vantagens de um crédito habitação.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Vantagens de um crédito habitação

Crédito habitação: 5 vantagens
  • A casa de sonho à distância de um crédito habitação.
Quando um jovem estabiliza a sua vida profissional, sair de casa dos pais é o grande objetivo. Mas a grande questão é se deve comprar casa própria ou apostar no arrendamento.

Tanto uma opção, como outra, apresentam vantagens significativas e tudo depende da própria necessidade de cada um.

Vamos, neste artigo, tentar responder a todas as suas dúvidas. Desta forma, poderá analisar as grandes vantagens de cada opção que possa tomar.

As questões, as respostas e as vantagens


Existe alguma vantagem em amortizar o crédito habitação?

Será que vale a pena amortizar o seu crédito habitação? Segundo os especialistas, sempre que possível deve amortizar-se o crédito habitação. E porquê?

Independentemente do valor da amortização, estará a reduzir a prestação mensal - mesmo que, por vezes, de forma pouco significativa - e a tornar o crédito habitação mais leve porque os juros a pagar tendem a baixar, sobretudo no início do contrato do crédito habitação.

No entanto, alertamos para o facto de, por vezes, apostar num depósito a prazo possa apresentar mais vantagens, dependendo do valor das taxas aplicadas.

Já tenho um crédito habitação há alguns anos. Deverei renegociá-lo?

Sim. Sempre que surja oportunidade, tente negociar o seu crédito habitação. Fale com o seu banco e tente conseguir um melhor crédito habitação, baseando-se na oferta da concorrência.

Tente arranjar algumas simulações de outros bancos e jogue com essa informação. Caso consiga propostas vantajosas e o seu banco não aceitar rever as condições do seu crédito habitação, não hesite em transferir o seu crédito habitação.

O meu banco pode baixar o spread aplicado ao meu crédito habitação?

Deverá, sempre que possível, negociar o spread. Esta negociação é mais vantajosa para quem tem um crédito habitação já com alguns anos já que a argumentação pode ser mais agressiva.

Tente fazer entender o seu banco de que o risco com o empréstimo já não é alto e, portanto, poderão baixar o spread por forma a baixar o peso do crédito habitação no orçamento familiar.

Deixar uma percentagem do crédito habitação para ser paga no final do contrato, posso ter mais vantagens?

Sim. Ao colocar uma percentagem do crédito habitação a ser paga no último ano de vigência do contrato poderá ajuda-lo a baixar a prestação mensal e, ao mesmo tempo, ter capacidade para apostar numa conta poupança que o ajude a fazer face ao último ano de contrato, onde a prestação será superior.

Além disso, o seu orçamento mensal será consideravelmente maior e mais confortável, permitindo investir em outras áreas.

Taxa fixa ou variável: Qual devo escolher?

Existem vantagens em optar pelas taxas fixas ou pelas taxas variáveis? Claro que sim, conheça-as.

Taxa fixa


  • Prestação mensal fixa
  • Orçamento familiar equilibrado
  • Sem risco de oscilações com subida de taxas de juro

Taxa variável


A grande vantagem é que, em caso de descida da taxa de juro, a prestação mensal sofrerá também uma queda.

O crédito habitação apresenta alguma vantagem na hora de entregar o IRS?

Até 2012, era possível deduzir 15% dos juros do crédito habitação até um limite de 591€. No entanto, o IRS deste ano já não é tão competitivo.

Atualmente, e para contratos de crédito habitação celebrados até 2011, só poderão ser deduzidos 15% dos juros do crédito habitação mas com um limite de 296€.

Para contratos efetuados a partir de 2012, os benefícios fiscais são totalmente inexistentes.

Ainda existe crédito bonificado ou algum tipo de crédito com vantagens para os mais jovens?

Não. O crédito habitação bonificado, destinado a jovens que pretendessem comprar casa própria, já não existe. No entanto, a verdade é que muitos bancos apresentam soluções para os mais jovens.

Ainda assim, os especialistas consideram que, no fundo, estes produtos são mais uma manobra de marketing do que propriamente produtos com vantagens competitivas.

Apesar disso, a grande maioria dos bancos desenhou produtos que se adaptam aos mais jovens, apresentando crédito habitação a 40 ou 50 anos e com redução da prestação nos primeiros anos do crédito.
Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]