• Pesquisar
  • Categorias

Compensa muito ser Eurodeputado…

Os benefícios profissionais dos Eurodeputados são expressivos. Conheça alguns dos benefícios que tornam este cargo muito apelativo

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Quanto ganha um Eurodeputado?

Compensa muito ser Eurodeputado…
  • Salário 18 vezes superior ao salário mínimo nacional
  • Outras despesas e viagens acima de 8.000€ mensais
  • Diárias de 304€
Depois das eleições europeias em que se registou uma das maiores taxas de abstenção de todos os tempos em eleições em Portugal, será importante perceber o porquê de tanto interesse na candidatura a um cargo de eurodeputado.

Claro que existem diversos políticos que "vestem a camisola" e que estão verdadeiramente empenhados em fazer um bom mandato. No entanto, resta mesmo perceber quanto ganha cada um destes nomeados ao Parlamento Europeu.

Salário Bruto


Em primeiro lugar, o salário bruto (antes de pagamento de impostos) de um eurodeputado é de 7.956,87€ (sensivelmente 18 vezes o salário mínimo nacional). Compensa claramente...

Outras despesas


O plafond para "despesas" gerais dos eurodeputados que não precisam de qualquer tipo de justificação é de 4.299€ mensais. Por exemplo, pagar casa, carro, lavandaria ou restaurantes e idas a concertos.

Viagens e deslocações


As viagens são todas pagas e têm ainda um plafond de 4.243€ para deslocações em trabalho de representação fora da União Europeia.

Diária para trabalhar


A diária para a presença em reuniões no Parlamento é de 304€. Ou seja, para além do salário recebem ainda um montante para ir trabalhar, ao qual acresce um valor de 152€ se as reuniões forem fora da comunidade europeia.

Benefício de Reforma e Benefício de Retorno


Por cada ano de mandato no Parlamento Europeu há ainda um benefício de 3.5% do salário para reforma. Adicionalmente, acabando o mandato o deputado tem ainda 6 meses de salário para garantir que conseguirá voltar à vida ativa no seu local de trabalho.

Em tempos de crise, estes valores acabam por ser questionados pelos cidadãos que se vêm confrontados com cortes sucessivos nos seus benefícios sociais. Infelizmente, os cidadãos em toda a Europa estão a questionar passivamente a estrutura da Europa o que é mais visível pelo nível de abstenção record (especialmente nos países do Sul da Europa). Estará na altura de se fazer uma avaliação do custo/benefício desta estrutura governativa?

Leia também

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]