• Pesquisar
  • Categorias

Especialistas acreditam que portugueses continuarão a poupar.

Mesmo com o rendimento das famílias a diminuir os economistas acreditam que a poupança vai aumentar.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

PPR - Menos benefícios fiscais

Especialistas acreditam que portugueses continuarão a poupar.

A crise motiva a poupança e a verdade é que quase metade da população activa tem um PPR - plano poupança reforma.

Tal significa que mais de 2,72 milhões de portugueses têm um PPR e cada um conta com um investimento médio de 5.503 euros.

O aumento na adesão a estas aplicações era fortemente influenciada pelos benefícios fiscais que anteriormente eram concedidos neste tipo de produtos. No entanto, no próximo ano esses benefícios serão muito condicionados.

De acordo com o Orçamento de Estado, no máximo os portugueses poderão deduzir com os seus PPR, até 100 euros.

Recorde-se que em Maio, altura do Programa de Estabilidade e Crescimento houve a duplicação da tributação de mais-valias bolsistas de 10% para 20% e o aumento da taxa liberatória sobre os rendimentos de capitais (21,5%), como os depósitos a prazo. Agora surgem estes cortes tanto aos benefícios fiscais nos PPR como nos seguros de saúde.

Apesar deste valor caricato, os especialistas acreditam que mesmo com os rendimentos a diminuirem para muitas famílias, as poupanças poderão até aumentar.

Se bem se lembra, em virtude de um decreto de Bagão Félix os benefícios fiscais já foram temporariamente suspensos e depois em 2006, os PPR voltaram a proporcionar benefícios fiscais.Segundo alguns economistas da última vez que PPR perderam benefícios o investimento até cresceu, portanto, tal não deverá ser um impedimento para o comportamento de poupança dos portugueses.

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]