• Pesquisar
  • Categorias

Evite gastar dinheiro em produtos que não precisa

Muitas famílias portuguesas travam a eterna luta da crise com promoções, saldos, cartões de fidelidade, vales de fornecedor e amostras. Esta na minha opinião é uma excelente forma de poupar dinheiro naquilo a que não podemos fugir.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Como poupar com a Cláudia: Poupar dinheiro quando vamos ao supermercado

Evite gastar dinheiro em produtos que não precisa

Desde meados de 2007 que as famílias portuguesas têm sentido os efeitos da crise que se tem vindo a instalar. Mas como nem tudo é mau e já como diz a sabedoria popular "A necessidade aguça o engenho". É nestas alturas que surgem oportunidades de negócio e estratégias eficazes para viver bem e com pouco, e é sobre este ultimo ponto a que vou dar especial atenção.

 

As acções de marketing cada vez são mais agressivas, fazendo o consumidor comprar aquilo que não necessita. Caso nunca tenham pensado nisso, deixo aqui algumas questões para que possam reflectir e tirar as vossas próprias conclusões: "Porque será que as caixas dos supermercados estão ladeadas de doces e guloseimas? Porque é que as feiras promocionais se encontram na entrada das lojas? E porque será que cada vez mais encontramos topos com grandes placares a dizer "Super poupança"; " Com oferta de...", "Redução de preço", etc. ?

 

Pois é, são tudo acções para nos levarem a comprar aquilo que não precisamos e muitas vezes com o objectivo de nos iludirem com falsas promoções. E é para combater estas arestas que cá estou!

 

Muitas pessoas me perguntam por onde começar a poupar. A resposta é simples, se queremos fazer uma maratona, temos de treinar e isso implica esforço, dedicação e dispensar de algum tempo, para poupar o segredo é o mesmo!

 

Vou enumerar alguns passos que julgo serem fundamentais para poupar muitos euros nas compras do supermercado.

 

Fazer uma lista de compras daquilo que necessita;

 

Estar atenta aos produtos que estão em promoção e tentar conjugar a sua lista de compras com os artigos de folheto;

 

Adquirir vales de desconto e acumulá-los com artigos em promoção. Poderá encontrá-los em revistas, folhetos, nos sites, páginas de facebook ou até solicitá-los junto de promotoras dos supermercados;

 

Nunca ir às compras antes do almoço/lanche/jantar. Uma barriga com fome, desperta a vontade de trazer mais produtos e levar para casa a carteira com menos dinheiro;

 

Fazer uma comparação de preços dos artigos que mais consome. No início pode parecer ridículo, mas se se habituar a comparar preços, verá que com o passar do tempo, dificilmente o/a apanham nas "malhas" de falsas promoções;

 

Ser disciplinado/a, comprar apenas aquilo que precisa e evitar compras por impulso. Mas como o ordenado não vai apenas para as compras do supermercado, aconselho-o/a a prestar atenção ao seguinte:

 

Aos seus créditos - Há quanto tempo não faz uma renegociação de contrato? Pode baixar significativamente.

 

Ao andar a pé -  Se se deslocar para locais dentro da sua localidade, não vale a pena levar o carro, vá a pé, poupe combustível e faça exercício físico.

 

À conta do gás -  Sempre que fizer uma refeição no forno, porque não aproveita para cozer um bolo, umas maçãs assadas ou até para aquecer pão? Ajuda a maximizar o gás que está a gastar.

 

À água -  Enquanto espera que a água do duche aqueça, porque não aproveita para encher o balde para lavar o chão, ou até mesmo para encher um alguidar para lavar aquela blusa que não pode ir à maquina?

 

Às máquinas de lavar roupa e loiça - Use programas que consumem menos energia.

 

Ao lavar a loiça à mão - Coloque o detergente da loiça num doseador, assim evita desperdícios, pois doseia a quantidade necessária.

 

As sobras de comida, nunca são restos. Sobrou um pouco de peixe? Faça um caldo ou até uma sopa de peixe! Sobrou massa? Aproveite para fazer uma massa fria para a refeição do dia seguinte! É possível aproveitar toda a comida, até mesmo aquelas pêras ou maçãs que já estão murchas,

faça uma compota!

 

Estes são alguns truques que no inicio pode parecer não compensar o esforço, mas grão a grão enche a galinha o papo, e tostão a tostão, vai poupar um dinheirão!

 

Leia também:

Poupar energia com a Cláudia Cavaco, do Guia de Poupança »

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]