• Pesquisar
  • Categorias

Fusões no sector bancário

OPA do Montepio sobre o Finibanco autorizada pelo Banco de Portugal, ISP e Autoridade da Concorrência

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Montepio e Finibanco? OPA autorizada

Fusões no sector bancário

A OPA - Oferta Pública de Aquisição - do Montepio sobre o Finibanco foi lançada a 30 de Julho e aceite a 25 de Outubro pelos 4 orgãos intervenientes- Banco de Portugal (BdP), Instituto de Seguros de Portugal (ISP), Autoridade da Concorrência (AdC) e Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), portanto, até final de Novembro deverá estar concluída.

No site da AdC consegue ler-se que a operação "não é susceptível de criar ou reforçar uma posição dominante da qual possam resultar entraves significativos à concorrência efectiva nos mercados" em que ambas as entidades operam.

Foi avaliado o impacto desta operação em 23 mercados, nomeadamente, produtos e serviços bancários a particulares e pequenos negócios, produtos e serviços bancários a Pequenas e Médias Empresas (PME), de cartões de pagamento e de seguros e constatou-se que estavam reunidas as condições para não opôr qualquer restrição a este negócio avaliado em 341 milhões de euros.

Uma vez que não causa uma alteração significativa na estrutura do mercado, até porque, tendo em conta a Banca existente em Portugal, existe um conjunto de instituições financeiras de dimensão superior às que estão a participar nesta operação de junção, a decisão foi tomada com relativa facilidade.

Mesmo quanto aos seguros, não existem problemas de concorrência nos mercados do ramo Vida, assim como no mercado mediador.

A verdade é que o Banco de Portugal incentiva este tipo de fusões no sector bancário, quando se trata de bancos pequenos.
Portanto, esta é uma situação que agrada a todos: o Banco de Portugal aprova, e até incentiva; o Montepio tem como presente objectivo crescer e os accionistas do Finibanco pretendem vender.
Tudo corre bem quando se consegue ir ao encontro de vários objectivos.

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]