• Pesquisar
  • Categorias

Fim dos benefícios fiscais levam a redução de subscrições

Segundo dados da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, mais de 38.000 subscritores fugiram dos PPR, motivados pelo fim dos beneficios fiscais.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Fuga recorde dos PPR

Fim dos benefícios fiscais levam a redução de subscrições

 

Estes dados revelam números recorde, já que desde Junho de 2002 que não se registava uma fuga tão acentuada dos fundos PPR.

De acordo com dados revelados pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, os fundos Plano Poupança Reforma perderam mais de 38 mil subscritores em 2011, o que reflecte uma quebra de 12,7% face ao total. 

Recorde-se que em 2011, estes produtos financeiros deixaram de ser tão atractivos como antes, uma vez que o Governo cortou fortemente os benefícios fiscais associados.

Se bem se lembra, anteriormente, independentemente do escalão de rendimento, 20% das entregas efectuadas eram passiveis de dedução em sede de IRS, no entanto, em 2011, o Executivo introduziu limites aos beneficios fiscais, tomando em conta o escalão de rendimento.

O facto de existirem outros produtos de poupança muito mais atractivos, como é o caso dos depósitos a prazo também contribuem para a fuga dos investidores dos PPR, já que competem com outros produtos de poupança de forma desigual.

Como seria de esperar, os portugueses procuraram outras opções de forma a fazer render as suas poupanças, o que levou ao abandono dos planos poupança reforma.

 

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]