• Pesquisar
  • Categorias

Dicas financeiras para evitar futuros percalços.

É normal cometermos erros financeiros, e só nos apercebermos depois de assinar contratos ou depois de ter as compras em casa. Descubra como evitá-los.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Erros financeiros que deve evitar

Dicas financeiras para evitar futuros percalços.

É normal cometermos erros financeiros, e só nos apercebermos depois de assinar contratos ou depois de ter as compras em casa. Muitas vezes torna-se tarde para voltar atrás e passamos meses ou anos a pagar prestações de algo que não precisamos realmente, ou que está acima das nossas possibilidades.

Ninguém está isento de cometer este tipo de erros, nem mesmo os especialistas desta área. Por vezes, o consumo é um impulso emotivo, e todos temos a tendência a agir por impulso. Uma compra deve ser feita com algum rigor, ou seja, deve comparar os preços, a qualidade e as ofertas disponíveis no mercado. Se fizer uma boa pesquisa sobre o produto que necessita, provavelmente não cometerá o erro de comprar algo que não quer ou não precisa. Veja como deve proceder:

- Não compare produtos com oferta de financiamento, sempre que se oferecem para nos financiar uma compra, por norma ficamos sempre a perder. Isto porque na maior parte das vezes, a taxa de juros é bastante alta.
- Diversifique os investimentos, pois se há uma lição que a crise nos ensinou foi que não devemos colocar todas as nossas poupanças no mesmo local e investir no mesmo produto. Deve-se colocar o dinheiro em vários bancos, em contas distintas e em ações e produtos estruturados.
- Pague sempre os seus impostos. Na área empresarial há uma regra que se deve seguir à risca. O primeiro dinheiro disponível deverá ser para pagar os impostos ao estado, pois em caso de incumprimento o estado poderá penhorar os seus bens.
- Não opte por uma casa acima das suas possibilidades, este é um dos mais graves e sérios problemas financeiros pessoais, pois as pessoas nunca pensam em eventuais problemas que possam surgir no futuro. Pondere e pense: E se ficar desempregado? E se ficar inválido? E se for despromovido?

Estes são apenas alguns dos passos necessários a ter em conta antes de obter algum produto. Contrarie a tendência e procure ser racional sempre que estiver numa situação destas. Os benefícios destes cuidados poderão ser visíveis apenas a longo prazo, mas valerão sempre a pena.

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]