• Pesquisar
  • Categorias

Como recuperar bens penhorados

A penhora de bens é uma forma dos credores conseguirem recuperar os valores em dívida por parte dos Clientes.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.

Como recuperar bens penhorados pelos credores?

Como recuperar bens penhorados
  • A penhora é uma forma de recuperação de créditos
  • Evitar ao máximo as penhoras
  • Negociar com os credores
As dificuldades financeiras das famílias portuguesas, fruto da crise que atravessamos, tem levado cada vez mais pessoas a incumprir nos seus contratos e a deixar de pagar as suas obrigações, sobretudo nas seguintes áreas:


Apesar de as dificuldades estarem a aumentar, deixar de pagar as obrigações não deve ser opção. Os credores têm à sua disposição uma série de instrumentos que lhes permitem obrigar as pessoas a pagar as dívidas em atraso, uma delas é a penhora.

O que fazer para evitar as penhoras?


Para evitar as penhoras, que não são mais do que formas dos credores recuperarem os valores em dívida, a única forma é ser insistente na renegociação com os credores. Por mais difícil que seja, a generalidade dos contratos é para cumprir. 

Assim, caso se avizinhem dificuldades financeiras, deverá:

  • Entrar em contacto com os seus credores
  • Renegociar contratos
  • Definir planos de pagamento

As empresas utilizam diversas formas para tentar que as pessoas paguem as dívidas em atraso, desde cartas, telefonemas insistentes e muitas vezes métodos de cobrança menos legais. Responda sempre e procure chegar a um acordo. Ignorar estas tentativas de diálogo apenas adia o problema ... e torna a penhora mais próxima.

Evite as penhoras ao máximo


As penhoras são cada vez mais frequentes e o processo está mais ágil. Poderá ver penhorados algum bem de que seja titular (casa, carro, por exemplo) ou algum rendimento (salário, renda, pensão, etc.).

Penhorado algum bem ou rendimento, tem apenas duas formas de sair dessa situação:

1. Negociar com os credores de modo a encontrar formas de liquidar os valores em dívida. Contudo, será provável que mantenham algum tipo de penhor sobre o seu bem ou a disponibilização de outro tipo de garantia.
2. Pagamento integral do valor em dívida, seja com recurso a poupanças, empréstimos de familiares ou de amigos ou o recurso a crédito junto do setor financeiro (o que será difícil porque terá o seu nome na lista negra do Banco de Portugal)

Em conclusão, evitar ao máximo que o dia da penhora chege deve ser uma prioridade. Isto consegue-se com o pagamento das dívidas nos prazos e montantes acordados ou, caso entenda que não vai ser possível, através de uma negociação atempada com o seu credor.

Leia também

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: [email protected]