• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Sabe qual o preço da insolvência pessoal?

São cada vez mais as pessoas que recorrem à insolvência pessoal como forma de solucionar os seus problemas de sobreendividamento, mas sabe quanto custa recorrer a esta solução?

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Quanto custa a insolvência pessoal?

Sabe qual o preço da insolvência pessoal?
  • Tudo na vida tem um preço e mesmo a insolvência pessoal, destinada a quem não tem dinheiro, tem um custo associado.

O sobreendividamento tem atingido números consideráveis no nosso país.

 

Os motivos que levam um grande número de portugueses a recorrer à insolvência pessoal são:

 

  • Prestações em atraso;
  • Penhora de bens;
  • Tentativas de solução falhadas;

 

No entanto, também a insolvência pessoal, o último recurso de quem já não tem recursos, tem um preço e importa perceber de que que forma poderá fazer face a estes custos.
 

» O preço da insolvência pessoal


Dependendo do advogado que contrate, a insolvência pessoal pode ter um custo de até 3500 euros. Assim, se tiver possibilidades económicas, o melhor será mesmo contactar um advogado da sua confiança para tratar do processo de insolvência pessoal, assegurando uma defesa de qualidade.

 

Se é certo que existem muitos advogados especialistas em insolvência pessoal, não menos verdade é que, hoje, quase todos os advogados estão habilitados para tratar destes casos.

 

Apesar de ser essencial que constitua um advogado para tratar de todo o processo de insolvência pessoal, a verdade é que a grande maioria das pessoas que dá início a este processo não tem capacidade monetária para contratar, por si, um advogado.  

 

» Segurança Social disponibiliza apoio jurídico


A Segurança Social disponibiliza o apoio jurídico, dando-lhe a possibilidade de ter um advogado sem que tenha custos com isso.

 

Para ter acesso a esta opção é preciso:

 

  • Recorrer a um balcão da Segurança Social
  • Preencher o impresso para apoio jurídico, anexando os documentos que são pedidos
  • Entregar, novamente, na Segurança Social.

 

Esta é uma opção que lhe sairá mais barata, mas só a resposta a esta solicitação pode demorar cerca de um mês e o advogado que será nomeado não é da sua total confiança.

 

Tente, na primeira reunião com o advogado nomeado, levar todos os documentos relacionados com as suas finanças, nomeadamente:

 

  • extractos de crédito
  • mapa de responsabilidades,
  • execuções que estejam a decorrer
  • documentos relativos a rendimentos que possua

 

 

DICA:  Apenas um advogado poderá apresentar o pedido de insolvência pessoal no tribunal, tratando desde o início de todo o seu processo.  Assim, é de suma importância que não esconda nenhum dado ao seu advogado pois só assim poderá garantir uma defesa imaculada e que lhe traga os benefícios decorrentes da insolvência pessoal. Não corra risco e aja sempre em boa-fé pois assim consegue ter acordos mais vantajosos para si e garante que pode cumprir tudo o que é acordado com os seus credores.

 

Leia também:

O que é a insolvência pessoal? »

Consequências da insolvência pessoal »

Como lidar com insolvência pessoal? »

Tenho o nome no Banco de Portugal, e agora? »

Maria Garcês
quanto custa a insolvência pessoal? - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 12 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Melhor resposta:

Anónimo

AnónimoResposta há 29 days 6 months 2 years

Sim, pedimos insolvência, ficamos só com o necessário para sobreviver, mas arranjamos mais 3500 euros para pagar.... não entendo, ora se não temos dinheiro....

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (1)

Anónimo

AnónimoResposta há 29 days 6 months 2 years

Sim, pedimos insolvência, ficamos só com o necessário para sobreviver, mas arranjamos mais 3500 euros para pagar.... não entendo, ora se não temos dinheiro....

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt