• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Tabagismo, álcool e tensão arterial estão na lista dos inimigos dos preços de seguros de saúde e de vida.

Uns quilos a mais podem fazer o preço da sua apólice disparar. Fumar ou beber álcool fora das refeições também não ajuda. As seguradoras avaliam o risco tendo em conta também estes factores. Conheça a lista. 

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Sistema de Alarmes para sua Casa

Sistema de Alarmes para sua Casa

Solicite o seu orçamento gratuito e proteja o que lhe é mais precioso

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
Enviar

O que faz disparar os seguros de saúde

Tabagismo, álcool e tensão arterial estão na lista dos inimigos dos preços de seguros de saúde e de vida.

 

Após analisar estes factores, a seguradora detecta se há um problema de saúde ou a eminência de aparecer a curto prazo. Se aceitar o seguro, propõe um agravamento da sua apólice, podendo chegar a morte ou invalidez resultantes dessa patologia (no caso do seguro de vida) ou as despesas de tratamento (no caso do seguro de saúde). Em casos atípicos, pode mesmo chegar recusar o seguro.

Não vale a pena mentir ou esconder informações. Lembre-se que a seguradora pode anular o seguro e ficar com o prémio do período não decorrido. Acima de tudo, tenha atenção à lista que agora lhe apresentamos, que é como quem diz: cuide da sua saúde acima de tudo.

 

Índice de massa corporal

É utilizado pela seguradora para calcular a magreza ou obesidade e assim avaliar o risco de este contrair algumas doenças associadas, como problemas cardiovasculares, hipertensão, diabetes entre outras. O IMC calcula-se dividindo o peso pela altura ao quadrado (kg/m²). Recordamos-lhe que os valores médios normais situam-se entre os 18,5 e os 25 (mulheres) e entre os 20 e os 25 (homens). Grande parte das seguradoras recusa o seguro quando os são valores inferiores a 15 e superiores a 47.

 

Tabagismo

Esta é uma das questões assíduas em todos os questionários médicos das seguradoras: o número de cigarros consumidos por dia. Por ser um conhecido factor de risco associado a graves doenças, o consumo de tabaco pode fazer agravar o prémio do seu seguro. Se o consumo é inferior a 20 cigarros por dia, não deve haver alugar a agravamento, se bem que há algumas seguradoras que o fazem com fumadores que fumam mais de dez. Até aos  40 cigarros diários a apólice pode chegar a crescer 30%.

 

Álcool

Quanto e que tipo de bebidas alcoólicas que ingere diariamente? Pergunta nos questionários clínicos, pela sobejamente conhecida associação do consumo excessivo de álcool a doenças do foro oncológico ou hepáticas. Dependendo da resposta, a seguradora poderá complementar com o pedido de mais exames.

 

Tensão arterial

Quanto mais alta estiver a sua tensão arterial, maior o risco de doenças cardiovasculares tem. Valores até 14/9 são normais, acima deste valores considera-se haver hipertensão e o prémio é agravado.

 

Sedentarismo

Este é um factor que pode ser agravante de doença já existentes, como doenças cardiovasculares, obesidade ou diabetes.

 

Historial clínico

No questionário médico deverá indicar problemas de saúde que teve ao longo da vida, fazendo uma descrição detalhada dos problemas que daí advieram, quais órgãos foram afectados e de que forma. O historial clínico é um dos factores fundamentais para a determinação do prémio do seguro.

 

 

 

 

 

Maria Garcês
o que faz disparar os seguros de saúde - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 11 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt