• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

A actualidade, em notícia

O desemprego tem marcado a actualidade. Entre estatísticas e dados oficiais, nunca se sabe bem a quantas andamos. A verdade é que o desemprego é um flagelo que tem assumido proporções assustadoras.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

O desemprego tem vindo a marcar a actualidade

A actualidade, em notícia
  • Se por um lado o desemprego tem baixado, por outro o número de casais desempregados é cada vez maior.

Existem algumas palavras que têm marcado a actualidade noticiosa do nosso país. Crise e desemprego têm ganho um destaque brutal na actualidade financeira. Se por um lado falamos da crise na actualidade e dos seus efeitos na economia e finanças dos países da Europa, por outra assistimos a um aumento exorbitante do desemprego.

Claramente, uma coisa está relacionada com a outra e a verdade é que os índices de confiança têm baixado graças a esta instabilidade que se faz sentir em Portugal. Ontem acordamos com mais uma notícia avassaladora: Em Junho, houve um aumento de 45% no que diz respeito a casais desempregados. São mais de 12 mil os casais com ambos os conjugues desempregados, representando um aumento de 45% face ao mesmo período de 2012. Mas no meio desta negra noticia da nossa actualidade, os números, analisados friamente revelam que entre Maio e Junho houve um decréscimo de 3,3% relativamente a estes casos.

 

A doença da actualidade

Por outro lado, a doença da actualidade, o desemprego tem vindo a diminuir. Ou pelo menos o número de inscritos nos Centros de Emprego tem registado quedas consideráveis. Neste momento, existem cerca de 690 mil pessoas desempregadas inscritas nos centros de emprego, sendo que isso representa um aumento de 5% face ao ano passado e, portanto, a queda do desemprego é apenas teórica.

A zona do país com um índice de desemprego maior é a região Norte, com cerca de 42% dos seus activos desempregados e, em contraciclo, esta região viu o número de desempregados subir 0,9% face ao mês anterior. 

 

Leia também:

Insolvência pessoal - o que é? »

O que acontece às minhas dívidas se eu pedir falência? »

Maria Garcês
o desemprego tem vindo a marcar a actualidade - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 10 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt