• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Tudo o que sobe também cai!

Depois de atingir máximos, os mercados financeiras vivem momento de correção.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Investimentos mais rentáveis: saiba onde o seu dinheiro vale mais!

Investimentos mais rentáveis: saiba onde o seu dinheiro vale mais!

Compare os Investimentos com as taxas mais competitivas do mercado!

SIMULAR

Mercados - Financeiras corrigem de máximos

Tudo o que sobe também cai!
  • Crise na Rússia/Crimeia;
  • Preocupações sobre avaliação de ativos
  • Maiores riscos
Quem olha com alguma atenção para os mercados financeiros tem constatado que a generalidade dos índices se encontrava até há bem pouco tempo nos máximos dos últimos anos. A concorrer para isso estavam:

  • Políticas dos bancos centrais que suportam os mercados e a avaliação de ativos;
  • Procura por rendimento (o que explica em parte o comportamento da dívida de Portugal);
  • Aliviar das pressões dos países periféricos (como Portugal, Espanha e Itália).

Receios voltam ao mercado


Apesar de terem renovados os valores máximos, constatamos o regresso de algumas pressões de venda nos mercados. A destacar:

Crise na Rússia e Crimeia:


Durante algum tempo parecia que os mercados não davam importância aos movimentos militares e à anexação da Crimeia pela Rússia. No entanto, os seus impactos são significativos na perceção de risco do mercado;

Preocupação sobre avaliação de ativos:


Na prática, o preço das ações no mercado é resultado de uma perceção dos lucros dessas empresas. Infelizmente, os resultados das empresas têm desapontado o mercado e pressionados os preços. O impacto da crise na Crimeia e dos resultados desapontantes de algumas das principais empresas mundiais tem uma consequência imediata na queda dos preços das ações. Neste contexto, os investidores terão de se questionar:

  • Será que estes movimentos serão para se manter?
  • Estarão os preços suportados pelos resultados das empresas?
  • Que alternativas tenho para a aplicação do meu dinheiro?

Investir não é fácil. Temos sempre de medir os riscos que estamos dispostos a correr e o retorno esperado do investimento. Envolve muita emoção que tem de ser gerida. Não esquecer, também, que em última análise é nos momentos de grandes oscilações de mercado que se tomam as decisões com maiores impactos na nossa carteira.

Leia também
Maria Garcês
mercados - Financeiras corrigem de máximos - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 8 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt