• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

O que é insolvência pessoal?

Perceba o que é realmente a insolvência pessoal e de que forma esta pode ser a oportunidade que tanto procura.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Insolvência pessoal: Perguntas e respostas

O que é insolvência pessoal?
  • A sua vida pode dar uma volta completa, com a insolvência pessoal.

Veja as respostas as todas as suas questões sobre insolvência pessoal e encare esta medida como uma solução e não como um ponto negativo da sua vida.

Insolvência pessoal: Perguntas e respostas


P. O que é insolvência pessoal?
R. Quando já não tem dinheiro para fazer face a todos os seus compromissos, a insolvência pessoal apresenta-se como uma ótima solução. Já tentou negociar com os credores ou mesmo consolidar os seus créditos e nada adiantou? Pois bem, a insolvência pessoal permite-lhe elaborar um plano de pagamentos das suas dívidas, sustentável e produzido com o acordo dos credores, ou mesmo solicitar a exoneração do passivo restante, ou seja, o perdão total das suas dívidas ao fim de 5 anos de processo de insolvência pessoal.

P. Quais são os requisitos para solicitar a insolvência pessoal?
R. A resposta a esta pergunta é bastante simples. Deverá estar afastado da gestão de qualquer empresa há pelo menos 3 anos, deverá ter no máximo 20 credores e o total das suas dívidas nunca pode ser superior a 300 000€.

P. Se pedir a exoneração do passivo restante, o que acontece?
R. Ora bem, se solicitar a exoneração do passivo total, ser-lhe-á atribuído um administrador de insolvência pessoal e, em colaboração com este agente, será elaborado um cálculo aproximado das despesas que possui extra crédito e dos seus rendimentos. Posteriormente, será estabelecido um valor mínimo para a sua sobrevivência. O valor que vá além deste teto deverá ser entregue ao administrador de insolvência, religiosamente durante 5 anos. Este dinheiro será, entretanto, utilizado para saldar as suas dívidas.

Ao fim de 5 anos e de cumprir as entregas dos valores de forma exemplar, o insolvente ficará livre de qualquer dívida e poderá, finalmente, começar a sua vida a partir do zero. E isto é, no fundo, a exoneração do passivo restante.

P. A insolvência pessoal deve ser uma solução de último recurso?
R. A insolvência pessoal deve ser uma solução usada em caso de necessidade. Se é certo que nem todas as pessoas com dificuldades económicas reúnem os requisitos necessários para solicitar a insolvência pessoal, não é menos verdade que, para muitas famílias portuguesas, esta é a solução definitiva. Não encare a insolvência pessoal de forma negativa, antes como mais uma opção para as famílias em dificuldades.

 

Maria Garcês
insolvência pessoal: Perguntas e respostas - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 11 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt