• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Atribuida pensão vitalícia à família do jogador que morreu devido a um acidente de trabalho.

Finalmente, acabou a história que fez correr tinta nos jornais durante tanto tempo. Foi provado que o futebolista do Benfica, que faleceu em 2004, no estádio de Guimarães, morreu no seguimento de um acidente de trabalho, dando direito a uma pensão vitalícia à familia do jogador.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Encontre as melhores soluções do mercado em  Seguros!

Encontre as melhores soluções do mercado em Seguros!

Rápido » 100% gratuito » Sem compromisso »

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Fehér - Caso encerrado

Atribuida pensão vitalícia à família do jogador que morreu devido a um acidente de trabalho.

Foi em Janeiro de 2004 que muitas pessoas assistiram em directo à morte do jogador húngaro, que na altura jogava pelo S.L.Benfica, no Estádio Afonso Henriques, em Guimarães.

Depois de todos este tempo, ficou provado que a morte do jogador foi devido a acidente de trabalho, pelo que o Supremo Tribunal de Justiça condenou a seguradora Fidelidade-Mundial a pagar à família uma pensão anual e vitalícia de quase 77 mil euros.

A causa da morte súbita na área do desporto, é um assunto que em Portugal, não reúne o consenso e para uns pode não ter nada a ver com esforço físico, ao passo que outros defendem que sim.

O caso do jogador começou no Tribunal de Trabalho, a família recorreu e passou para a Relação e daí foi levado para o Supremo, através da seguradora do Benfica. O jogador tinha uma cardiopatia hipertrófica, que não foi detectada mesmo com todos os exames realizados, os necessários e de rotina, típicos nos jogadores de alto nível. O Tribunal decidiu que essa doença juntamente com o desenvolvimento da actividade como futebolista profissional foi uma combinação fatal que culminou no falecimento do jovem futebolista.

Infelizmente, nem sempre os exames médicos são conclusivos e uma vez que o coração de um atleta é sempre diferentes dos demais, tendo em conta os treinos e o constante esforço fisico a que são submetidos, por vezes não é fácil perceber se essas diferenças são normais.

 

Maria Garcês
fehér - Caso encerrado - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 11 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt