• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Em três meses, desemprego jovem com menos 25 mil

O desemprego jovem tem atingido taxas assustadoras, mas no segundo trimestre do ano a taxa de desemprego jovem teve uma queda de 11,9%, graças à sazonalidade como afirma a oposição.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Desemprego jovem recua no segundo trimestre

Em três meses, desemprego jovem com menos 25 mil
  • Portugal vive situação preocupante ao nível do emprego, com o desemprego jovem a atingir percentagens assustadoras.

A taxa de desemprego jovem em Portugal atingiu, em 2012, os quase 40%, fazendo com que o nosso país detivesse a quarta maior da UE. De acordo com dados recentes, 6 em cada 10 jovens não trabalha ou procura emprego e isso levanta questões estruturantes ao nosso país.

Estima-se que o desemprego jovem atinja hoje sertã de 161 mil jovens e isso faz com que 62,1% dos jovens entre os 15 e os 24 anos se encontrem numa situação de inatividade económica, sem trabalhar e sem procurar emprego, um valor bastante superior à média da UE.

Portugal encabeça o quarto lugar no ranking dos países com maior taxa de desemprego jovem, tendo apenas à sua frente a Grécia com 55,3% de desemprego jovem, a Espanha, com 53,2%, e a Croácia com 43%. Mas também é verdade que se situa muito à frente da Alemanha que apresenta uma taxa de 8,1% de desemprego jovem.

 

Uma realidade que começa a mudar
A julgar pelos últimos números, a taxa de desemprego jovem tem vindo a diminuir mas ainda não se encontraram grandes explicações para o acontecido já que o país não tem a sua economia em retoma nem sequer foram criados mais postos de trabalho.
A oposição assume que a quebra nas taxas de desemprego jovem se devem à sazonalidade, a pequenos empregos de verão e ao crescente número de emigração qualificada. A verdade é que para fugir do desemprego jovem muitos dos nossos jovens têm vindo a apostar no mercado de trabalho internacional, fazendo carreira e vida fora de Portugal. 

À falta de estudos e estatísticas concretas, não podemos associar a queda da taxa de desemprego jovem à emigração mas a verdade é que as duas realidades estarão, quase de certeza, interligadas. 

 

Desemprego jovem na UE
O Conselho Europeu aprovou recentemente a garantia jovem que visa promover a quebra da taxa de desemprego jovem. Essa medida garantirá que jovens desempregados até aos 25 anos possam ter acesso a um trabalho, estágio ou formação financiada.

 

Leia também:

Negócios rentáveis: Como ganhar dinheiro 

Precisa de financiamento para o seu negócio? »

Maria Garcês
desemprego jovem recua no segundo trimestre - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 8 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt