• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Política monetária do Banco Central deverá continuar a suportar mercados

A deflação preocupa muitos decisores políticos e economistas. Saiba como a taxa de câmbio nos pode ajudar no curto prazo

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

BCE preocupado com a taxa de câmbio na Zona Euro

Política monetária do Banco Central deverá continuar a suportar mercados
  • Taxa de câmbio leva à deflação
  • BCE deverá continuar a dar suporte à economia e aos mercados
  • Famílias portuguesas deverão manter baixos custos de financiamento
O Banco Central Europeu (BCE), autoridade responsável pela manutenção da taxa de inflação na Zona Euro abaixo mas próximo de 2% está preocupado com a evolução das taxas de câmbio do Euro face às restantes moedas internacionais — como é sabido o Euro está a níveis bastante elevados.

Como é que a taxa de câmbio afeta a inflação?


Dizem os economistas que a economia precisa de inflação. Precisa de inflação porque:

  • Baixa o valor real do endividamento;
  • Incentiva os consumidores ao consumo.

Acontece que a crise económica que se sente em alguns países na Europa está a trazer pressões deflacionistas (descida do nível geral de preços na economia). Estas pressões são justificadas por:

1. Menor procura por bens e serviços;
2. Força do Euro face a outras moedas.

Tendo o Euro mais valor face a outras moedas (como o dólar dos EUA), os consumidores da Zona Euro (quer pessoas quer empresas) podem comprar produtos mais baratos. Aliás, a valorização do Euro leva ao aumento das importações ao mesmo tempo que enfraquece as exportações (é mais difícil para os outros países comprar os nossos produtos).

O que diz o senhor Mário Draghi?


Mário Draghi, o presidente do BCE diz que a apreciação da taxa de câmbio [do euro] exigirá, para que a nossa postura de política monetária se mantenha acomodativa, mais acomodação na política monetária. Quer isto dizer que enquanto continuar o dinamismo de recuperação da economia no Euro e os esforços de consolidação orçamental nos países periféricos que o Banco Central terá de continuar a dar suporte. Aliás, as últimas notícias falam mesmo da necessidade de novas medidas económicas.

Como podem os Portugueses beneficiar com tudo isto?


Para além do impacto da redução do nível de preços (positivo no curto prazo mas penalizador no médio prazo), os portugueses deverão beneficiar também da manutenção das taxas de juro a níveis relativamente baixos e consequentemente a manutenção de custos de financiamento muito baixos (quer falemos das famílias quer do Estado).

Apesar dos desafios, parece que a intervenção do BCE está cá para suportar a economia. Portugal poderá ter grandes vantagens...

Leia também

Maria Garcês
bCE preocupado com a taxa de câmbio na Zona Euro - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 8 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt