• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

BES vai recorrer da decisão

Tudo começou em 2005, quando um cliente contratou produtos de investimento, que não deram os frutos desejáveis devido à falência do banco Lehman Brothers em Setembro de 2008. O BES foi condenado em Espanha a indemnizar o dito cliente em 200 mil euros. O banco vai recorrer da decisão.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Encontre as melhores soluções do mercado em  Seguros!

Encontre as melhores soluções do mercado em Seguros!

Rápido » 100% gratuito » Sem compromisso »

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Banco BES: Obrigado a pagar indemnização

BES vai recorrer da decisão

Foi em 2005 que J.L.M., um cliente do BES - Banco Espírito Santo, contratou em Espanha um seguro de vida BES Link, com um prémio de 100 mil euros, sendo este um produto de investimento estruturado, contratado através da seguradora Tranquilidade, num escritório do BES na cidade espanhola Santander.

Ainda em 2007, esse mesmo cliente aderiu a um outro produto do banco relativo ao Banco Santander e BBVA.

Foi então em 2008, que o BES informou o cliente que o seguro e o contrato foram afectados pela falência do Lehman Brothers.

O cliente sentiu-se lesado pela falta de informação sobre os dois produtos de investimentos a que aderiu, pois afirma não ter conhecimento que o investimento foi feito através do Lehman Brothers.

Segundo a decisão do juiz de Primeira Instância de Madrid, o banco terá que pagar uma indemnização de 200 mil euros a este cliente pois considera que não foi cumprido o "dever de dar informação clara, correcta, suficiente e oportuna e de aconselhamento diligente".

De acordo com afirmações do BES, o banco só será responsável pelo segundo produto subscrito, já que o nome do cliente foi colocado por erro numa obrigação do Lehman Broters mas defende que esse problema foi corrigido. Quanto ao seguro de vida não considera ter qualquer responsabilidade pois o risco era conhecido pelo cliente. Portanto, Ricardo Salgado, presidente da instituição, irá recorrer da sentença.

Da mesma opinião não foi o juiz que emitiu uma sentença onde consta que a informação da apólice de seguro era "obscura, ambígua e imprecisa", apesar de também indicar que estava envolvido um alto nível de risco.

Maria Garcês
banco BES: Obrigado a pagar indemnização - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 8 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt