• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Previstos mais aumentos nos impostos

Até ao fim do ano, dificilmente alguma área/sector sairá ilesa dos aumentos de impostos previstos, além daqueles que já foram implementados. Transportes, gás, luz, IVA, as taxas moderadoras, na área da saúde e a lista não deve ficar por aqui.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Encontre as melhores soluções do mercado em  Seguros!

Encontre as melhores soluções do mercado em Seguros!

Rápido » 100% gratuito » Sem compromisso »

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Aumentos de impostos não páram

Previstos mais aumentos nos impostos

Tendo em conta o documento em que constam as medidas de apoio a Portugal, medidas essas acordadas entre o Governo e a troika, até ao fim de 2011, estão previstos vários aumentos, além daqueles que já entraram em prática.

Os aumentos serão na luz, no gás, no IVA, nas taxas moderadoras, no fim de isenções fiscais e das SCUT, além dos transportes que já sofreram aumentos este mês.

Na área da saúde, as taxas moderadoras vão sofrer aumentos que vão para lá da inflação, além de serem revistas as categorias de isenção actuais. Ainda na saúde, os benefícios fiscais serão reduzidos consideravelmente, inclusivamente nos seguros de saúde.

Todos os bens e serviços que estão sujeitos à taxa reduzida de IVA de 6% serão revistos e assim como a luz e o gás natural passarão a estar sujeitos a uma taxa de IVA normal de 23%, outros bens e serviços também poderão acompanhar esta tendência.

Também não vai escapar o imposto sobre veículos e o imposto sobre o tabaco, além das SCUT, que de acordo com o ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, mesmo as auto-estradas que ainda não têm portagem, terão que brevemente ser sujeitas a cobrança, uma vez que "o princípio do utilizador pagador e da universalidade" têm que ser cumpridos.

No fundo, praticamente tudo aquilo que é taxa reduzida, isenção, dedução vai ser eliminado ou então limitado. 

No entanto, nem tudo é mau. Pelo menos, o Governo lembrou-se das famílias mais carenciadas e implementou descontos, tendo em conta os rendimentos. Esses descontos estão disponiveis nos transportes, estarão no gás natural e na electricidade e também nas taxas moderadoras, em que as isenções vão se manter para quem realmente precisa.

 

Maria Garcês
aumentos de impostos não páram - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 8 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt