• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Jovens portugues pensam arrendar casa cada vez mais tarde

Jovens adultos portugueses sem comprar nem arrendar casa. Conheça as gerações "canguru" e "boomerang".

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Preciso de ajuda para arrendar casa!!

Jovens portugues pensam arrendar casa cada vez mais tarde

Mais de 46% dos jovens entre os 25 e 34 anos no ano 2011 não conseguiram comprar ou arrendar casa, mantendo-se em casa dos pais até mais tarde. Um número bem diferente dos países nórdicos onde a média de jovens nestas condições não ultrapassava os 5%.

 

É mais uma forma de expressão da crise: os jovens portugueses que rondam os 30 anos não têm capacidade nem autonomia para ter casa própria. É certo que alguns será por comodismo, mas muitos ficam-se pela casa dos pais porque são trabalhadores precários ou não encontram trabalho.

 

De facto, segundo dados do Eurostat, Portugal é o quinto país, entre 21 países sob análise, onde o número de jovens que ainda não conseguiram a sua independência nesta faixa etária é maior. À frente só a Eslováquia, Roménia, Bulgária, Grécia e Malta. Nestes países, mais de 50% dos jovens não consegue ter casa própria ou arrendar casa. Chamam-lhes a “geração canguru”.

 

Muitos motivos podem estar na génese deste fenómeno. Antes de mais porque o apoio emocional e financeiro dos pais. “Roupa, mesa e cama lavada” são as premissas base para uma vida mais confortável. Se houver da parte dos pais aceitação, esta situação pode perpetuar-se por muito tempo. Por outro lado, se juntarmos a estes factores à actual crise económica e a disseminação da precariedade laboral, temos a fórmula para explicação deste panorama.

 

Ciente da importância da autonomia dos jovens, o Estado criou alguns incentivos para arrendar casa no sentido de alavancar a saída destes homens e mulheres já crescidinhos da casa dos “papás”. Já conhece o Programa Porta 65?

 

 

Incentivos ao arrendamento jovem

O Programa Porta 65 Jovem tem como objectivo estimular dinamizar o mercado de arrendamento ao mesmo tempo que se fomentam estilos de vida mais autónomos por parte de jovens. Este programa comparticipa uma percentagem do valor da renda, diminuindo assim o encargo com a prestação mensal.

Podem candidatar-se a este programa jovens com idade igual ou superior a 18 anos e inferior a 30 anos (no caso de casais de jovens, um dos elementos pode ter até 32 anos) que cumpram determinados requisitos que pode consultar aqui.

 

Geração Boomerang

Paralelamente à “geração canguru” surge um outro fenómeno, este particularmente mais complicado. A “geração boomerang”. Como o nome indica, é o movimento de regresso dos filhos à casa dos pais depois de já terem saído para comprar ou arrendar casa. Geralmente este fenómeno está associado a fases menos boas – desemprego ou divórcio - e corresponde a um regresso “quase forçado”. A agravante é o facto de muitas vezes os pais não terem também condições para receberem os seus filhos de volta, criando-se situações de graves dificuldades financeiras. Muitas destas situações implicam até acompanhamento psicológico pela carga emocional negativa que acarreta.

 

 

Maria Garcês
preciso de ajuda para arrendar casa!! - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 12 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt