• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Postura conservadora nunca fez mal a ninguém

Poupe durante o ano e faça o seu pé-de-meia. O reembolso de IRS deverá ser muito baixo ou mesmo inexistente…

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Boas práticas: Não conte com reembolso do IRS para despesas

Postura conservadora nunca fez mal a ninguém
  • Reembolso de IRS deverá ser menor do que o esperado;
  • Não considere receitas incertas no seu orçamento;
  • Crie hábitos de poupança e corte custos
Todos sabemos a grande dificuldade que é conseguir constituir uma poupança todos os meses. O rendimento disponível tem vindo a cair - fruto do desemprego ou das políticas de austeridade - e as despesas parece que não param de aumentar. Assim, a poupança não existe ou inclusivamente vai sendo reduzida cada vez mais.

Neste contexto, uma prática comum de muitas famílias consistia em aguardar pelos reembolsos do IRS para fazer face a alguma despesa de alguma dimensão. Pensemos quantas vezes não teremos aproveitado o reembolso para pagar o seguro do automóvel, por exemplo.

Não conte com o reembolso do IRS!


Dizem as boas práticas que as receitas que não controlamos, como sendo o reembolso do IRS ou um prémio de desempenho, por exemplo, não devem ser contempladas nos orçamentos familiares.

Infelizmente, o "Brutal Aumento de Impostos" que Portugal assistiu nos últimos anos vai levar muitas famílias a não ter pela primeira vez o tão aguardado reembolso do IRS, mesmo utilizando alguns truques para baixar o IRS. Se o seu orçamento familiar contava com este reembolso, o que fazer? Onde cortar?

Na prática, apesar de darem um enorme jeito e apesar de serem efetivos balões de oxigénio para a maioria das famílias, estas receitas extraordinárias deverão estar fora do orçamento. Claro que depois podem ser utilizadas para diversas finalidades:

  • Repor níveis de poupança;
  • Fazer face a despesas inesperadas;
  • Comprar um "mimo" à família.

Ao não considerar aquelas receitas extraordinários no seu orçamento acaba por estar a assumir uma postura conservadora bastante saudável. Deste modo, vai força-lo a procurar novas fontes de corte de custos (que existem quase sempre) e a adaptar o seu estilo de vida a uma realidade orçamental inferior.

No campo financeiro, como em vários outros na vida, os hábitos que são criados acabam por ter bastante força. Para promover a poupança, é necessário criar hábitos de poupança. Começar em pouco e ir evoluindo com o tempo. Ser mais exigente à medida que vai atingindo os seus objetivos. E os imprevistos que nem sempre são negativos - como o reembolso do IRS acabam por ser "a cereja no topo do bolo".

Leia também:
Maria Garcês
boas práticas: Não conte com reembolso do IRS para despesas - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 7 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt