• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

40% dos Portugueses procuram médicos privados

Segundo dados da Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) metade das consultas médicas em Portugal são feitas por privados.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Proteja-se e à sua família com um Seguro de Saúde!

Proteja-se e à sua família com um Seguro de Saúde!

Não poupe na saúde, poupe no seguro! Simulação gratuita e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com
Quero poupar!

Saúde: Privados garantem 40% dos cuidados em Portugal

40% dos Portugueses procuram médicos privados

No âmbito do Dia do Serviço Nacional de Saúde (SNS) que se comemora amanhã dia 15 de Setembro, questionou-se a Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) acerca da saúde privada em Portugal e verifica-se que 40% dos cuidados de saúde já são prestados pelo privado.

 

Estes asseguram  um quarto dos internamentos, 5% das urgências e dispõem de 15 % das camas.

 

Em Portugal, os principais grupos privados de saúde a operar são: a Espírito Santo Saúde, HPP Saúde e a Mello Saúde que detêm 70% da quota de mercado.A Trofa Saúde e a AMI - Assistência Médica Integral são líderes de uma segunda linha de unidades idependentes do foro bancário.

 

Estes cinco grupos com 64 unidades, as quais incluem hospitais, clínicas, casa de repouso e laboratórios, já representam juntamente com outras unidades de saúde 5000 camas e 25% da capacidade cirúrgica nacional.

 

O grande responsável por este crescimento do sector privado são os seguros de saúde, já que mais de 20% da população portuguesa já tem seguro de saúde, o que corresponde a mais de 2 milhões de pessoas.

 

A Associação Portuguesa de Seguradores (APS) mostra dados que revelam que de 2001 para 2008 houve um aumentosignificativo no nº de pessoas que aderem a seguros de saúde. A verdade é que o sector privado está agora mais organizado e munido de outras estruturas, sendo liderado por grandes grupos económicos.

 

Recorde-se que em 2005, o sector privado era dominado pela medicina dentária com 92,1%, a seguir vinha a ginecologia com 67,6%, a oftalmologia com 66,9%, a cardiologia com 52,4%, a ortopedia com 45,5%, a pediatria com 31,1% e a clínica geral com 17,1%.

 

Estes valores estão relacionados com o facto de as pessoas terem maior confiança no privado em determinadas especialidades, além de não quererem ficar em listas de espera, típicas do sector público.

 

De acordo com um estudo solicitado pela APS acerca dos seguros de saúde contextualizados no sistema de saúde português, concluiu-se que o valor do seguro cobrado pelas Seguradoras, tem um maior peso em coberturas como: cuidados em ambulatório e com internamentos hospitalares e partos.

Maria Garcês
saúde: Privados garantem 40% dos cuidados em Portugal - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 25 days 4 months 3 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt