• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Bens penhorados: Novas regras protegem o devedor

O novo Código do Processo Civil entrou em vigor no dia 1 de Setembro e trouxe com ele muitas novidades. Saiba quais os bens penhorados que pode ter e quais as diferenças relativamente ao anterior.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Que tipo de bens podem ser penhorados?

Bens penhorados: Novas regras protegem o devedor
  • Saiba quais são os bens que podem ser penhorados, de acordo com a nova legislação.

Quais os bens penhorados aquando da instauração de uma ação executiva?



- Imóveis de qualquer tipo (apartamentos, moradias, armazéns, entre outros)
- Património diverso (terrenos, parcelas, entre outros)
- Carros, mobiliário, eletrodomésticos, maquinaria, equipamentos, joias, relógios, entre outros
- Salário
- Ações e participações em empresas
- Contas bancárias

Bens penhorados: Novas regras definem processos


Houve quem apostasse no novo Código de Processo Civil como a grande reforma aguardada. No entanto, as mudanças no regime de execuções foram ténues e, na maioria dos casos, a aceleração da cobrança de dívidas deu, igualmente, lugar a uma maior proteção do devedor.

Por exemplo, por um lado, a habitação permanente passa a ser quase intocável, mas por outro as contas bancárias podem ser penhoradas de imediato, sem necessidade de autorização judicial.

Cobrar dívidas é agora mais fácil, mas o devedor tem também mais garantias.

Bens penhorados: Antes e depois


- Salário

 
Antes da entrada em vigor do novo Código do Processo Civil, a penhora visava a penhora do ordenado bruto. Agora, é um dos primeiros bens penhorados, mas só o valor líquido importa para a equação. Além disso, só pode ser penhorado um terço do ordenado caso os outros dois perfaçam um valor igual ao ordenado mínimo nacional.

- Habitação


A casa própria sempre foi um dos bens penhorados mais comuns e, logo no início da execução, o devedor arriscava-se a ficar sem teto. Agora, com as novas alterações, o devedor poderá contestar a ordem de tribunal e permanecer na sua casa até sair uma decisão definitiva.  

- Garantias e bens móveis

 
Uma simples declaração de confissão de dívida ou um contrato de compra e venda era necessária para dar início a uma penhora. Hoje, as coisas estão mais complexas e é necessário que um notário assine cheques, letras, livranças e outros documentos, para que a penhora tenha início.

- Contas Bancárias

 
Hoje em dia já é possível penhorar contas bancárias sem autorização de um juiz, bastando apenas que um agente de execução comunique apenhora ao banco. Antigamente, só após decisão judicial esta medida era tomada.

- Bens penhorados podem ser escolhidos

 
Atualmente, já não é preciso seguir uma ordem específica de penhora. Ou seja, o credor tem poder de escolha e pode optar, por exemplo, por penhorar o salário antes de proceder à penhora do terreno que o devedor possui.

- Dívidas conjunta

 
Quando dois membros de um casal usufruem de um bem cuja dívida foi contraída por um deles, ambos podem ser abrangidos pela penhora. Coisa que não acontecia no anterior regime.

- Vendas online

 
Todos os bens penhorados passam a ser vendidos através de leilão online, no site do Ministério da Justiça.

- Sem bens penhorados

 
Caso o devedor não possua bens para penhora, a cobrança da dívida chega ao final ao fim de apenas 3 meses. No entanto, se houver conhecimento de algum bem adquirido pelo devedor, o processo é reaberto e a dívida cobrada judicialmente. 

Leia também:
Maria Garcês
que tipo de bens podem ser penhorados? - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 10 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Melhor resposta:

Anónimo

AnónimoResposta há 19 days 11 months 2 years

Boa tarde
Eu vivo com a minha mae e filho. a casa é minha mas o recheio pertençe todo á minha mae. Nao tenho faturas para provar isso. Como posso fazer para salvaguardar os bens da minha mae?
Muito obrigado
Fernando Rocha

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (2)

Anónimo

AnónimoResposta há 22 days 10 months 2 years

tenho o meu ordenado penhorado ,ganho o ordenado mínimo nacional e é me retirado todo o subsidio de alimentação , isto é legal ?

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt