• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Aumento brutal de impostos leva portugueses a trabalhar mais 8 dias para o Estado

O Brutal aumento de impostos em Portugal é uma realidade incontornável. As famílias portuguesas trabalham cada vez mais para o Estado e recebem cada vez menos dele.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Não perca a actualidade da Diário Económico em Portugal!

Não perca a actualidade da Diário Económico em Portugal!

Conheça a Diário Económico e financeira nacional com notícias e artigos financeiros.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com
NewsLetter

Portugueses livram-se dos impostos só a 6 de Junho

Aumento brutal de impostos leva portugueses a trabalhar mais 8 dias para o Estado
  • Mais oito dias a trabalhar para o Estado desde 2011;
  • Pagamos mais e recebemos menos;
  • 21 países na Europa pagam mais do que Portugal.
Um estudo realizado e publicado pela organização New Direction (fundação cujo objetivo é a reforma europeia) espelha o "brutal aumento de impostos" que se verificou em Portugal nos últimos anos. De acordo com este estudo, as famílias portuguesas terão de trabalhar até ao dia 6 de Junho para pagar impostos. O mesmo será dizer que passamos meio ano a trabalhar para o Estado!

A evolução no período de intervenção da Troika é a que se segue:


  • 2011 — Até 29 de Maio;
  • 2012 — Até 3 de Junho

Em apenas dois anos os portugueses têm de trabalhar mais 8 dias para o Estado, mesmo conscientes de que o conjunto de benefícios sociais tem vindo a cair a pique. Em poucas palavras, pagamos mais e recebemos menos.

Na Europa paga-se muitos impostos!


A comparação destes dados com os restantes países da Europa diz-nos que são apenas 6 os países a libertarem-se dos impostos mais cedo. Ou seja, 21 países do "velho continente" têm uma carga fiscal mais pesada do que a portuguesa o que apenas poderá indicar que a tributação em Portugal pode continuar a aumentar.

Vamos pagar mais impostos...


Se nos recordarmos, o Documento de Estratégia Orçamental (DEO) apresentado recentemente pelo Governo visa agravar ainda mais este fenómeno, nomeadamente:

  • Aumento da taxa máxima de IVA de 23% para 23,25%, penalizando a generalidade das famílias portuguesas neste que é conhecido como um "imposto cego";
  • Aumento da Taxa Social Única (TSU) dos trabalhadores de 11% para 11,2%;
  • Aumento do impostos sobre tabaco e álcool.

Esperemos que os esforços que têm vindo a ser pedidos sejam os necessários e suficientes para conseguirmos corrigir os nossos problemas orçamentais e voltar os olhos para o futuro. Um futuro que esperamos mais risonho e otimista.

Maria Garcês
portugueses livram-se dos impostos só a 6 de Junho - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 11 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt