• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Uma das faces mais visíveis da crise

Tem aumentado o número de penhoras de reformas, um drama muito difícil de combater. Sugerimos uma postura preventiva. Deverá evitar ao máximo as penhoras!

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt
SIMULAR

Penhoras de reformas aumentam 24%

Uma das faces mais visíveis da crise
  • Fianças/avales são dos grandes culpados das penhoras
  • Penhoras aumentam 24% em número
  • Penhoras aumentam 18% em valor
Os dramas da crise são particularmente sentidos nos agregados familiares que não conseguem aumentar os seus rendimentos mensais: os reformados.

Infelizmente, tem sido cada vez mais o número de reformados que veem as suas reformas penhoradas, sendo de destacar duas grandes categorias:

  • Idosos que não conseguem pagar as suas prestações;
  • Idosos que foram fiadores de filhos.

Reformas penhoras em 2013 aumentam 24% face ao ano anterior!


De acordo com o Diário Económico, os processos de cobrança de dívidas dizem respeito a um conjunto bastante diverso de dívidas, sendo de destacar algumas:

  • Serviços Essenciais, como luz, gás ou água (para saber como poupar nestes serviços carregue aqui);
  • Arrendamentos;
  • Contratos de fiança;
  • Créditos ao consumo

Valores cobrados atingem perto de 45 milhões de euros


A Câmara dos Solicitadores diz terem sido efetuadas penhoras que possibilitaram recuperar 45 milhões de euros (um aumento de aproximadamente 19% face a 2012). Ainda assim, um valor relativamente baixo face ao valor total das dívidas em incumprimento. No entanto, este valor tenderá a aumentar por dois efeitos:

  • Redução esperada dos cortes nas pensões já em 2015;
  • Aumento do valor médio do rendimento dos reformados.

De notar uma alteração substancial que foi efetuada recentemente no processo de cobrança. Os processos são mais rápidos e eficazes, aumentando os poderes aos solicitadores. Existindo um fiador com um rendimento estável, as penhoras são ainda mais garantidas.

Cuidado com as penhoras!


Uma vez penhorado o rendimento o credor muito dificilmente irá deixar essa garantia em troca de um plano de pagamento. Qual o benefício?

O devedor deverá tudo fazer para evitar uma penhora. Para tal, é fundamental que se atendam os telefonemas dos credores e que se chegue a um plano de pagamento credível. Ignorar as chamadas não irá solucionar os problemas. Se necessário, recorra a algum dos nossos especialistas. Costumamos dizer que há solução para a generalidade dos problemas. Seja pela renegociação, pela consolidação ou, em última análise, pela insolvência.

Leia também
Maria Garcês
penhoras de reformas aumentam 24% - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 19 days 4 months 3 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Melhor resposta:

Anónimo

AnónimoResposta há 14 days 5 months 3 years

se eu pedir um emprestimo de 2500 euros sabendo que em 2 semanas ou menos vou pagar e sei que vou poque tenho provas disso mesmo com problemas com o banco eu sei que posso pagar a mais 2500£ por esse emprestimos por favor me diga como faser obrigado

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (1)

Anónimo

AnónimoResposta há 14 days 5 months 3 years

se eu pedir um emprestimo de 2500 euros sabendo que em 2 semanas ou menos vou pagar e sei que vou poque tenho provas disso mesmo com problemas com o banco eu sei que posso pagar a mais 2500£ por esse emprestimos por favor me diga como faser obrigado

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt