• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Conheça a história verídica da nossa leitora que se safou por pouco de uma burla.

Conheças os truques de falsas financeiras que prometem créditos. No desespero, são muitos os que transferem dinhheiro para as contas dos burlões, na esperança de lhes ser concedido o crédito.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Sistema de Alarmes para sua Casa

Sistema de Alarmes para sua Casa

Solicite o seu orçamento gratuito e proteja o que lhe é mais precioso

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
Enviar

ALERTA: Nunca faça pagamentos adiantados

Conheça a história verídica da nossa leitora que se safou por pouco de uma burla.
  • Pagamentos adiantados em troca de serviços que ainda não foram feitos, têm trazido grandes dissabores a muitos utilizadores portugueses.

 

Esta história poderia ser sua.

Ana, nome fictício, 30 anos, dois filhos ao seu encargo, divorciada. Trabalha como auxiliar de educação e ganha perto de 600€ mensais. Com prestação da casa para pagar, despesas da casa, educação e saúde dos filhos, o dinheiro não estica. Foi fazendo o que podia e não podia para fugir de créditos rápidos. Sem conseguir encontrar emprego, Ana começou a temer pelo seu cumprimento e decidiu informar-se sobre a consolidação de créditos.


Ouvira que esta solução financeira conseguia reduzir o valor total dos encargos mensais, juntando todas as suas prestações. Decidiu tentar. Contactou algumas empresas de crédito que após analisarem os seus rendimentos, não validaram a atribuição do crédito consolidado. O nome de Ana estava referenciado no Banco de Portugal: o risco de incumprimento de Ana era demasiao grande aos olhos das entidades que tentou contactar. 

Sem a solução da consolidação, Ana começa a pesquisar na internet alternativas para conseguir libertar um pouco o seu orçamento familiar. Entretanto, falhou a primeira prestação da sua casa. E este foi o início da espiral.

 

 

Quando tudo parece ser mau...

As pesquisas e simulações online multiplicaram-se na tentativa de resolução urgente do problema. As chamadas do Banco começaram a ser recorrentes e Ana começou a temer pelo tecto da sua família. Não tardou muito a não olhar aos locais onde deixava os seus dados pessoais. Em todos os sites, em todos os links que encontrava, Ana procurava uma resposta positiva em todo o lado. Sem olhar a quem pedia ajuda. Não tardou receber uma chamada que parecia poder mudar-lhe a vida. Não se engane. Não é possível obter créditos com problemas bancários.Uma instituição financeira onde tinha feito uma proposta de crédito, tinha analisado o seu perfil financeiro e tinha uma resposta positiva para o seu problema. O crédito foi aprovado, mesmo com problemas bancários. A resposta imediata de Ana foi um "muito obrigada" e "o que tenho que fazer para receber o dinheiro?". Claro está que a última coisa que importava era o nome da empresa que lhe estava a oferecer o serviço. No meio de tantas simulações, pouco importava. Já tinha perdido a conta. Do outro lado, a resposta foi imediata: "o dinheiro será transferido para a sua conta em 48 horas. Terá apenas que fazer uma transferência no valor de 130 euros para garantir o pagamento da abertura do processo". Do lado de Ana, algumas perguntas vagas, alguma surpresa. 

Disse que ia fazer o pagamento naquele dia.  

 

 

...a situação ainda pode piorar.

Duas horas depois a empresa voltou a contactar Ana dizendo que "se não fizesse o pagamento nas próximas horas, o crédito poderia demorar mais de duas semanas". Ana, que entretanto já tinha ficado com a pulga atrás da orelha, desconfiou. Perguntou o nome da empresa e decidiu pesquisar. O tom de voz, do outro lado, pareceu mais rude. Ana começa a perceber - era um embuste. Pesquisou, procurou e encontrei centenas de testemunhos online que haviam sido contactados pela mesma empresa com as mesmas promessas. Se por um lado, Ana estava desesperada porque afinal ia ter o crédito prometido, por outro aliviada por não ter caido na burla, pelos vistos, tão comum. 

 

 

Peça ajuda a profissionais

Entrou em contacto connosco, depois de encontrar o nosso site. Contou-nos a sua história e pediu-nos encaminhamento. O Meu Portal Financeiro, enquanto entidade independente, procurou entre os seus parceiros soluções para o problema da Ana. Não, não conseguimos um crédito pessoal; nem um crédito consolidado; nem um cartão de crédito. A solução da Ana passava por uma renegociação de dívidas, e para isso precisava de ajuda de profissionais. E foi isso que fizemos: encaminhamos a nossa leitora para uma empresa especializada em renegociação de dívidas que analisou o perfil da Ana e identificou a solução para o seu problema.

No entanto, o caso da Ana, foi uma feliz excepção. Diariamente chegam-nos emails de pessoas que efectivamente transferiram dinheiro para contas de desconhecidos, na promessas de lhes conseguirem um crédito. Depois desse depósito, os telefones nunca mais têm resposta do outro lado. Muitas vezes, sem saberem ao certo qual a instituição (entre tantas que poderiam ser...), os lesados acabam por ficar com o prejuizo e em situação ainda mais complicadas do que antes.

 

Lembre-se:

Recentemente o Banco de Portugal emiiu um alerta sobre créditos fraudulentos. Empresas como a que contactou Ana multiplicam-se pelo mercado mascaradas de consultores financeiros. Não caia na conversa quando lhe pedirem dinheiro para despesas. Todas as entidades que concedem crédito devem estar referenciadas pelo Banco de Portugal aqui. Certifique-se se a entidade que o contactou faz parte desta lista.

 

Leia também:

Crédito pessoal com problemas bancários: qual a solução? »

Tenho o nome no Banco de Portugal e agora? »

Maria Garcês
aLERTA: Nunca faça pagamentos adiantados - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 7 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt