• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Este tipo de seguros salvaguarda o consumidor de situações imprevistas.

Na concessão de crédito é habitual as entidades financeiras exigirem, como garantia de pagamento, a subscrição de um seguro.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Jogar pelo seguro quando a conversa é crédito

Este tipo de seguros salvaguarda o consumidor de situações imprevistas.

O Seguro de Protecção do Risco de Crédito pode ser aplicado em diferentes contratos de empréstimo ou crédito, designadamente: crédito à habitação, crédito automóvel, crédito pessoal, leasing, cartões de crédito ou débito e domiciliações de pagamentos.

Este tipo de seguros salvaguarda o consumidor de situações imprevistas e garante à entidade credora a liquidação do montante total em dívida ou a manutenção do pagamento das prestações mensais.

 

O seguro de protecção ao crédito não é obrigatório. Contudo, em caso de morte ou invalidez absoluta e definitiva, este seguro dá resposta à primeira situação – liquidar o total de dívida em aberto. E, em caso de incapacidade temporária absoluta para o trabalho por doença, acidente, desemprego ou hospitalização, dá solução para a segunda situação – pagar as mensalidades.

A opção por um seguro de protecção ao crédito pode ser um factor favorável no processo de decisão no recurso ao crédito, uma vez que os critérios de elegibilidade para um seguro são geralmente menores em comparação aos de um crédito; além disso um seguro, adjacente a um empréstimo, evita o risco de crédito malparado.

 

Limitações da protecção ao crédito

Como não há bela sem senão, apesar dos benefícios que um seguro pode trazer à solvência de um crédito, há que ter em atenção algumas condições de elegibilidade e resultados da execução das garantias.

 

Eis apenas alguns dos "senãos" que um banco ou empresa de crédito pode colocar no seguro:

 

  • Idade superior a 65 anos;
  • Não auferir um rendimento profissional pelo menos nos últimos 12 meses consecutivos;
  • Estar em situação de reforma ou pré-reforma;
  • O vínculo laboral não ser em Portugal;
  • Não estar inscrito na Segurança Social;
  • Em caso de sinistro, o pagamento da dívida ou da prestação mensal em dívida pelo seguro tem um limite máximo, deixando em aberto eventuais montantes;
  • O período de indemnização é também limitado entre os 6 e os 12 meses – consoante o tipo de sinistro –, podendo variar de banco para banco.

 

Maria Garcês
jogar pelo seguro quando a conversa é crédito - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 8 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt