• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Governo retira proposta para obrigar médicos a ficarem no SNS

Esteve em cima da mesa a discussão sobre obrigar médicos a ficarem no SNS - Serviço Nacional de Saúde após o internato. O Ministério da Saúde acabou por retirar proposta, a qual já tinha gerado várias críticas.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Encontre as melhores soluções do mercado em  Seguros!

Encontre as melhores soluções do mercado em Seguros!

Rápido » 100% gratuito » Sem compromisso »

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Internatos médicos: Governo volta atrás

Governo retira proposta para obrigar médicos a ficarem no SNS

De acordo com o Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e o Ministério da Saúde, "no decorrer das conversas quer com a Ordem, quer com os sindicatos, ficou muito claro que, neste momento, os médicos internos já permanecem, quase na totalidade, no SNS e, por isso, considera-se que não há necessidade de avançar com esta proposta", até porque, adianta, "há uma vontade dos médicos em ficar no SNS", devido à capacidade de absorção dos privados ser limitada.

Além disso, o SIM afirmou que em reunião com o primeiro-ministro José Sócrates, este defendeu que não havia qualquer intenção do Governo em criar problemas onde não os há, até porque apontou os números da taxa de permanência no SNS - Serviço Nacional de Saúde, que é de mais de 90%, após o internato médico.

Quando falamos em internato, significa a altura em que o médico obtém a especialidade. Ora, a proposta de lei foi aprovada em Conselho de Ministros a 20 de Janeiro e estabelecia que os médicos internos fossem obrigados a desempenhar as suas funções no sector público, após obterem a especialidade, sempre que os seus serviços fossem necessários por um período mínimo igual ao da formação. Logo por aqui geraram-se várias críticas, mas quando o Governo além disto propôs que os médicos que não cumprissem tal compromisso pagassem uma indemnização ao Estado, então aí é que a proposta levantou grande polémica.

Ana Jorge, ministra da Saúde, afirmou que no processo negocial com os sindicatos acerca de os médicos internos que fizessem formação no SNS, terem de continuar no serviço público, concluiu-se em comum acordo que não seria oportuno analisar esta matéria agora.

Maria Garcês
internatos médicos: Governo volta atrás - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 12 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt