• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Saiba como lidar com a insolvência pessoal

Quando a situação financeira da sua família parece não ter volta, a insolvência pessoal apresenta-se como um último recurso para resolver os seus problemas financeiros.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Simulação das melhores taxas para Crédito Consolidado!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.pt e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Enfrente a insolvência pessoal

Saiba como lidar com a insolvência pessoal
  • Sabe como enfrentar este que pode ser o último recurso?

A insolvência pessoal é, hoje, um processo comum e bastante simples e, portanto, nada que implique vergonha ou desconfiança. Cada vez mais são as pessoas que recorrem à insolvência pessoal, mas será que sabe mesmo o que significa a insolvência pessoal e de que forma deve lidar com todo este processo? 

O Meu Portal Financeiro dá-lhe algumas dicas para enfrentar, de frente, a insolvência pessoal:


Antes de mais, é importante que perceba que a insolvência pessoal não significa o fim, mas sim o recomeçar de uma vida nova. Apesar de a sua situação financeira ser bastante complexa, a verdade é que ainda poderá ser possível recuperar. Através da negociação com os seus credores, poderá elaborar um plano de pagamentos que vise o pagamento da sua dívida.
 

Será difícil conseguir entrar em acordo com os credores?

 

Nem sempre o processo é fácil, mas para dar início ao Plano de Pagamentos apenas necessita de uma declaração escrita de um dos seus credores onde este manifeste o interesse em iniciar negociações que levarão à recuperação dos seus créditos.

E quais as vantagens deste processo?


  • Assim que inicie o processo de recuperação de créditos, fica afastada qualquer cobrança coerciva ou ação executiva de cobrança. Durante o decorrer do período de recuperação, todas estas ações;
  • Assim que seja aprovado o plano de recuperação, o processo de insolvência pessoal é suspenso, se antes não tiver sido declarada a insolvência pessoal através de sentença;
  • O devedor continua a ser administrador de todos os seus bens. No entanto, fica impedido de comprar ou vender casas ou assumir obrigações de terceiros;
  • Todo o processo é célere e o Plano de Recuperação, decorrente da negociação entre credor e devedor, é feito de extrajudicialmente e permite obter os mesmos resultados que um plano de insolvência. 

 

E quando acabarem as negociações?


Assim que as negociações entre credor e devedor cheguem ao fim, existem dois cenários possíveis: 

  • Se as negociações tiverem um final positivo, o devedor tem a aprovação do seu plano de recuperação e, assim que for homologado pelo tribunal, há uma vinculação a todos os credores, inclusive os que não participaram das negociações. 
  • No entanto, se as negociações não resultarem numa aprovação do plano de recuperação, e caso o devedor se encontre numa situação de insolvência, poderá ser requerida a insolvência pessoal do devedor, a qual deverá ser declarada por um juiz no prazo de 3 dias.

 

Leia também:

 

Maria Garcês
enfrente a insolvência pessoal - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 7 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt