• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Aumentou o valor das redes sociais

Depois de 2 anos sem aumentos, foi ontem publicada a portaria que define o preço de construção da habitação, que é considerada no cálculo da renda.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Encontre as melhores soluções do mercado em  Seguros!

Encontre as melhores soluções do mercado em Seguros!

Rápido » 100% gratuito » Sem compromisso »

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Depois de 2 anos, aumentam as rendas sociais

Aumentou o valor das redes sociais

Já desde 2008 que não se mexia nos preços, daí que o Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional venha agora estabelecer novos preços que passarão a vigorar a partir de 2011.

Segundo aquela portaria, os preços por metro quadrado da área útil do preço de habitação vão se alterar da seguinte forma:

Zona I: 743,70€ Zona II: 650,10€ Zona III: 588,298€

Só a título informativo, a Zona I refere-se a todos os concelhos sede de distrito, além de concelhos como  Almada, Amadora, Barreiro,Cascais, Gondomar, Loures, Maia, Matosinhos,Moita, Montijo, Odivelas, Oeiras, Póvoa do Varzim, Seixal, Sintra, Valongo, Vila do Conde, Vila Franca de Xira e Vila Nova de Gaia

A Zona II refere-se aos seguintes concelhos: Abrantes, Albufeira, Alenquer, Caldas da Rainha, Chaves, Covilhã, Elvas, Entroncamento, Espinho, Estremoz, Figueira da Foz, Guimarães, Ílhavo, Lagos, Loulé, Olhão, Palmela, Peniche, Peso da Régua, Portimão, Santiago do Cacém, São João da Madeira, Sesimbra, Silves, Sines, Tomar, Torres Novas, Torres Vedras, Vila Real de Santo António e Vizela.

A terceira zona é para as restantes zonas do Continente.

Estes valores são importantes para definir o valor da renda, que é o resultado do equilibrio entre o valor actualizado do fogo assim como o disponibilizar ao proprietário um rendimento justo e não especulativo do capital investido.

Estes valores também servem para o cálculo de valores para os contratos de seguros na habitação.

Para esclarecer bem o propósito destes valores, fique com as seguintes indicações:

No caso das construções de luxo para habitação, os valores podem ser mais elevados, assim como, naquelas que abdicam dos acabamentos standard, como é o exemplo de armazéns ou pavilhões industriais podem prativar valores mais reduzidos; Os valores não são obrigatórios. São úteis para as seguradoras, que assim conseguem calcular o capital a segurar; A definição de edifício inclui muros, portões, anexos, garagens, piscinas, portanto, convém ter muita atenção ao valor destes itens para depois não ficar com um seguro abaixo do que se pretende segurar.

 

Maria Garcês
depois de 2 anos, aumentam as rendas sociais - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 12 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt