• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Crédito Pessoal para pagar férias tem TAEG superiores a 19%

Numa altura em que se começam a preparar as férias de 2013, são poucas as instituições financeiras que promovem produtos e campanhas relacionadas com a concessão de crédito pessoal para férias. 

 

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Crédito pessoal para pagar as férias

Crédito Pessoal para pagar férias tem TAEG superiores a 19%
  • Crédito Pessoal para Férias? Não arrisque.

O crédito pessoal para férias era uma realidade constante, há meia dúzia de anos atrás. Campanhas, promoções e chamadas de atenção eram constantes em bancos e instituições financeiras, mas hoje a realidade é completamente diferente. A responsabilidade social das empresas de créditos e bancárias obrigam a uma formação da sociedade e, como tal, é comum que se aconselhe os portugueses a ter prudência e bom senso na altura de contratar um crédito pessoal. Desta forma, adquirir um crédito pagar férias deixou de ser uma prioridade, para instituições e famílias. Mesmo que assim não fosse, as taxas de juro que estão neste momento a ser praticadas para um crédito com este objetivo atingem valores quase proibitivos, com TAEG a ultrapassarem os 19%.

 

O Meu Portal Financeiro quis saber mais sobre o assunto e elaborou algumas simulações em sites de bancos e instituições de crédito, verificando os custos associados a um crédito pessoal para pagar férias. Tendo em conta um valor entre 2000 euros a 2500 euros e um prazo de pagamento de 24 meses, os números demonstram que as TAEG variam entre os 14,58% e os 19,85%. Desta forma, os consumidores pagam, em juros de comissões, seguros e impostos, valores que vão dos 251 euros aos 485 euros.

Mesmo tendo em conta que estes valores são meramente indicativos e que não garantem a atribuição do crédito pessoal, podemos verificar que o crédito pessoal para férias poderá ser bastante pesado para as famílias portugueses e os custos associados são demasiado altos.

 

Resta agora perceber se existem outras alternativas para pagar as férias que todos merecemos. Antes de mais, importa perceber quanto está disposto a gastar nas suas férias e programar esta viagem de acordo com o seu orçamento. Ao pagar totalmente as suas férias, irá evitar o endividamento. No entanto, há quem, apesar deste conselho, prefira fazer a sua viagem de sonho, mesmo que isso implique o pagamento faseado do valor das férias. Neste caso, existem outras alternativas e uma delas é, sem dúvida, o cartão de crédito. Lembre-se, no entanto, que deverá pagar a dívida no período gratuito. Caso contrário, poderá ser-lhe cobrada uma TAEG até 37,2%, como autorizado pelo Banco de Portugal.

 

Poderá também optar pelo crédito disponibilizado pelas próprias agências de viagens, que lhe propiciam as suas férias a pagamentos mensais, através da parceria com algumas instituições de crédito. Informe-se junto de algumas agências e agende as suas férias.


Leia também:

Antes de contrair um crédito, simule! » 

Tenho o nome no banco de Portugal e agora? »

Maria Garcês
crédito pessoal para pagar as férias - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 11 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt