• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Limites nos benefícios fiscais

O Governo tem como objectivo, já para o próximo Orçamento, definir limites para as deduções e benefícios fiscais na saúde.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Proteja-se e à sua família com um Seguro de Saúde!

Proteja-se e à sua família com um Seguro de Saúde!

Não poupe na saúde, poupe no seguro! Simulação gratuita e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
Quero poupar!

Benefícios fiscais na Saúde na mira do Governo

Limites nos benefícios fiscais

Segundo Sérgio Vasques, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, os benefícios fiscais dos seguros de saúde vão ser revistos, e o Orçamento de Estado (OE) de 2011 já irá ter novas medidas para um maior controlo e fiscalização da despesa fiscal na saúde.

O Governo pretende estabelecer limites às deduções e benefícios fiscais e pretende apertar o controlo às despesas de saúde dedutíveis no IRS.

No seguimento da audição de Sérgio Vasques na Comissão de Orçamento e Finanças a propósito do relatório de combate à fraude de 2009, o secretário afirmou ainda que é necessário limitar a utilização destes benefícios por parte das empresas, principalmente, as de maiores rendimentos.

Assim como já aconteceu este ano com o IRS, também irão ser feitos cortes nos benefícios fiscais no IRC.

De acordo com o Secretário de Estado, o "esforço de moralização do IRC tem de ser feito no topo", no entanto, por outro lado, é na base que reside o maior problema, já que é onde se concentra "uma multidão de pequenos contribuintes".

Neste sentido, Sérgio Vasques, considera que para o Governo foi muito importante manter o Pagamento Especial por Conta, aplicável às empresas. Recorde-se que este imposto representa uma colecta mínima a que as empresas que exerçam actividade de natureza comercial, industrial ou agrícola estão sujeitas, com carácter obrigatório. Foi um imposto criado por Manuela Ferreira Leite, enquanto Ministra das Finanças no Governo de Durão Barroso, como medida de combate à evasão fiscal.

Segundo o Secretário, existe uma parcela elevadíssima de receita fiscal desperdiçada em benefícios, sendo necessário haver um esforco de racionalização, que irá já ser posto em prática no Orçamento de 2011.

Maria Garcês
benefícios fiscais na Saúde na mira do Governo - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 10 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt