• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Seguradora não indemniza família da vítima mortal por incumprimento das regras rodoviárias

No seguimento do acidente à saída do Festival Sudoeste, poderá não haver lugar a indemnizações porque a carrinha acidentada ia sobrelotada. Uma carrinha com capacidade com 5 pessoas, mas ocupada por 9, pode impedir que a família da vítima mortal e as vítimas feridas sejam ressarcidas de qualquer valor.

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Seguro Automóvel à medida do seu carro...e do seu bolso!

Seguro Automóvel à medida do seu carro...e do seu bolso!

Compare os melhores LowCost de Luxo. Grátis e sem compromisso.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

Acidente sem direito a seguro

Seguradora não indemniza família da vítima mortal por incumprimento das regras rodoviárias

Foi já no último dia do festival Sudoeste TMN, no dia 7 de Agosto, pela manhã, que nove amigos com idades compreendidas entre os 20 e os 30 anos, que estavam acampados no recinto do festival, resolveram aproveitar para passear e almoçar pelas imediações e partiram numa carrinha Volvo V40, seguro pela companhia de seguros Zurich, com capacidade para 5 passageiros.

Com a carrinha sobrelotada, levando 3 pessoas à frente, 4 atrás e duas na bagageira, após várias curvas e com a perda do controlo do carro por parte do condutor, o carro acabou por capotar. Regista-se uma vítima mortal neste acidente, Luís Miguel Comendinha, jovem de 27 anos residente em Évora, que trabalhava em Madrid e que já estava em Portugal há 2 meses, no seguimento da morte do pai. Segundo uma amiga da vítima, a família está destroçada com toda esta tragédia.

Os outros feridos graves são Ricardo Rebola, de 27 anos, internado no Hospital de Faro, e Inês, de 21 anos, internada em São José, Lisboa, sendo que os restantes são feridos ligeiros.

O facto da carrinha circular sobrelotada pode ser ainda agravada pelo facto do condutor poder acusar consumo de álcool ou drogas nas análises ao sangue que lhe foram efectuadas no hospital. 

De acordo com o Instituto de Seguros de Portugal, estes factos podem impedir a seguradora de proceder ao pagamento de indemnização aos feridos e à família da vítima mortal, portanto, os oito feridos terão de dividir a indemnização prevista para cinco ocupantes ou activar a cobertura de responsabilidade civil, visto que nenhuma vítima é parente em 1º grau.

Agora é só aguardar pelo decorrer do processo, que com certeza ainda tem um caminho longo pela frente.

 

Maria Garcês
acidente sem direito a seguro - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 7 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt