• Pesquisar
  • Categorias
  • Registar
  • Login

Como evitar dar dinheiro aos bancos

Os serviçoss bancários costumam ter muitas comissões e custos escondidos. Saiba como reduzir a fatura a pagar ao seu banco, com pequenas ideias que poderão fazer toda a diferença

Os cookies permitem-nos optimizar os nossos serviços. Ao utilizar o nosso site, concorda com a nossa política de utilização de cookies. Saiba mais.

Sim, aceito.
Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Simulação das melhores taxas para Crédito Pessoal!

Em menos de 1 minuto, gratuito e sem compromisso.

12
96

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por meuportalfinanceiro.com e pelos nossos Parceiros
SIMULAR

8 dicas de poupança nos serviços financeiros e reduzir as comissões

Como evitar dar dinheiro aos bancos
  • Negociação;
  • Análise dos extratos;
  • Comparação de alternativas;
  • Fuja da lista negra do Banco de Portugal

A relação com o setor financeiro costuma estar envolta de alguma desconfiança. O sentimento generalizado é que existem demasiados custos e alguns custos escondidos. Deste modo, deixamos algumas sugestões que poderãoajudar a reduzir os custos e comissões que paga junto das várias instituições financeiras:

 

Negoceie os serviços – Custa mais à instituição financeira o investimento em marketing para atrair novos clientes do que o investimento de retenção dos clientes atuais. Assim, as instituições estão na disposição de melhorar as condições dos clientes para os manter. Se falarmos de créditos, o aumento do crédito mal parado tem forçado, também, os bancos a negociar com os seus clientes de modo a garantir o cumprimento dos contratos. O não está sempre garantido…

 

Avalie as vantagens do descoberto autorizado – Quando falamos do consumo, o descontrolo é demasiado fácil. Tendo uma linha de crédito autorizado disponível costuma haver a tendência de a utilizar. Infelizmente, os bancos aproveitam-se disso e quem acaba por pagar demasiados juros são as pessoas.

 

Consulte regularmente os seus extratos – Os extratos bancários existem para serem consultados. A consulta permite controlar os movimentos das contas e detetar anomalias ou utilizações indevidas do nosso dinheiro bem como controlar as comissões e demais custos que nos são imputados.

 

Reavalie as suas contas bancárias – Precisa de tantas contas? Será o seu banco o mais adequado às suas necessidades? Quais as comissões que lhe cobram? Existem bancos que não cobram praticamente nenhumas comissões (como o caso dos supermercados de fundos ou boutiques de investimento).

 

Avalie a possibilidade de ter a maioria dos serviços financeiros num mesmo grupo – Por exemplo, se tiver seguros poderá obter descontos se os fizer no banco onde tem os seus créditos. Os descontos financeiros e comerciais poderão fazer toda a diferença.

 

Opte por se relacionar com o seu banco pela internet – O relacionamento à distância permite evitar algumas tentações de compra ou subscrição de produtos que não desejamos. Estar afastado do comercial do banco é a melhor forma de não comprar. Adicionalmente, o relacionamento pela internet poupa bastante tempo.

 

Certifique-se que tem provisão na conta quando passa cheques – Não arrisca a manchar a sua reputação no banco de Portugal e consequentemente a sua qualidade de crédito. Se não tiver a certeza de ter dinheiro no banco, não passe cheques.

 

Leia também

3 dicas para poupar que mudam a sua vida »

Conheça as nossas ideias para ganhar dinheiro »

Como sair da lista negra do Banco de Portugal »

 

Maria Garcês
8 dicas de poupança nos serviços financeiros e reduzir as comissões - Dúvidas e Questões

Maria Garcês Comentado há 7 days 5 months 2 years

Partilhe com a comunidade do Meu Portal Financeiro as suas dúvidas ou opinião.

Receber notificações por email sobres deste tópico?

» Comentar agora! »

Outras respostas: (0)

Estimado usuário, por favor verifique a sua situação económica antes de assumir qualquer compromisso com os nossos parceiros. O Meu Portal Financeiro apenas disponibiliza e actualiza informação financeira, não sendo responsável pelos produtos apresentados. O conteúdo está actualizado até à data mostrada em cada página. Se quiser fazer alguma actualização, por favor envie-nos a sua sugestão para: info@meuportalfinanceiro.pt